Uncategorized

PALAVRAS DE ORIGEM FRANCESA NO PORTUGUÊS

O uso de palavras de outros idiomas na língua portuguesa, no Brasil, por vezes ocorre sem que nós, brasileiros, percebamos estarmos pronunciando um proveniente de outra língua, como é o caso das Palavras de Origem Francesa no Português.

Algo que pode nos exemplificar o uso de Palavras de Origem Francesa no Português é nossa expressão ‘saber de cor’, que deriva do francês, ‘savoir par coeur’ e que traduzimos o verbo e mantemos parte da sonoridade da palavra ‘coeur’. Este fenômeno se dá devido ao intercâmbio cultural de diferentes culturas, de grupos a países e continentes.

Dentro do próprio Brasil, possuímos em casos específicos diversos termos para a mesma palavra e as utilizamos sem nos darmos conta que elas podem ou não ter origem em outras línguas, como exemplo: macaxeira, mandioca e aipim; motorista e chauffeur; cachaça e aguardente. Todos termos de diferentes grupos, e, por conseguinte, de culturas distintas entre si, para designar o mesmo conceito.

PALAVRAS DE ORIGEM FRANCESA NO PORTUGUÊS: HISTÓRICO

A língua francesa encontra-se presente em diversas línguas de todo o mundo e utilizamos diversas Palavras de Origem Francesa no Português, em termos de uso cotidiano. Sempre fazemos o uso de termos como ‘abajur’, ao invés de utilizarmos a designação em língua portuguesa: ‘lamparina de mesa’. A razão desses usos e da presença do francês se denomina galicismo.

O galicismo tem suas vias por diferentes fatores, elucidamos o poderio da cultura franca que remota o século XVII e se estende até o XVIII e início do XIX, perpassando pela Guerras dos 30 anos, revolução francesa, ressurgimento da democracia com a Revolução Francesa.

Em razão de ser o local onde a cultura ocidental e o modus operandi do mundo como o conhecemos hoje ter se moldado, o fluxo de intercâmbio, que se derivava no direito, na economia, política, dentre outros, criava aproximação entre todos os povos do mundo e os franceses, mesmo a intelectualidade e a literatura, em que podemos citar Robespierre, Flaubert, bem como nas revoluções artísticas iniciado no dadaísmo, promoveu a exportação da cultura francesa para todos os povos, intrínseco a essa expansão estava a língua francesa. Ou seja, historicamente, o mundo se direcionava para a França nas diversas áreas da vivência em sociedade para se moldar.

Ainda que o universo francófono tenha suas similitudes com o português em razão de ambas terem raízes latinas, o que faz as palavras serem parecidas, no Brasil, a língua francesa se fez muito presente pela troca cultural.

A língua francesa sempre esteve presente entre a intelectualidade, seja qual fosse o campo do saber, da medicina a economia, estudar na França é um hábito presente mesmo nos dias de hoje. Uma grande quantidade de termos do Francês ainda se faz presente.

PALAVRAS DE ORIGEM FRANCESA NO PORTUGUÊS: ATUALIDADE

Atualmente, o uso de Palavras de Origem Francesa no Português se faz muito presente no Brasil, obviamente, devido ao turismo, mas também em razão da literatura, gastronomia, da economia e do direito, e, principalmente, pela presença de empresas de origem francesa no pais, o que demanda a capacitação e formação do funcionário em língua francesa.

Citamos abaixo algumas das principais palavras do mundo francófono em nosso cotidiano Brasileiro:

QUADRO DE ALAVRAS DE ORIGEM FRANCESA NO PORTUGUÊS:

baguete (de baguette) bufê (de buffet); champanhe (de champagne);
champignon chantilly couvert
crepe (de crêpe); croissant croquete (de croquette);
escargot filé (de filet); glacê (de glacé);
menu omelete (de omelette); maionese (de mayonnaise);
patê (de pâté); petit-pois; sauté
petit gâteau; purê (de purée); suflê (de soufflé);
batom (de bâton); boutique crochê (de crochet);
bijuteria (de bijouterie); bustiê (de bustier); echarpe (de écharpe);
boné (de bonnet); chique (de chic); lingerie
maiô (de maillot); pochete (de pochette); tailleur
maquillage prêt-à-porter; tricô (de tricot);
moda (de mode); robe vitrine;
nécessaire; sutiã (de soutien); abajur (de abat-jour);
bibelô (de bibelot); camelô (de camelot); chassi (de chassis);
bidê (de bidet); carnê (de carnet); cassetete (de casse-tête);
buquê (de bouquet); crepom (de crépon); cupom (de coupon);
cachê (de cachet); croqui (de croquis); dossiê (de dossier);
maquete (de maquette); passe-partout; marionete (de marionnette);
placar (de placard); souvenir avenida (de avenue);
ateliê (de atelier); boate (de boîte); cabaré (de cabaret);
cabine chalé (de chalet); creche (de crèche);
garagem (de garage); brevê (de brevet); charrete (de charrette);
chofer (de chauffeur); bege (de beige); marrom (de marron);
coupé; bordeaux; ton sur ton;
guidom (de guidon); carmim (de carmin); balé (de ballet);
metrô (de métro); dégradé grand prix;
pivô (de pivot); raquete (de raquette); avalanche;
avant-première; chefe (de chef); chantagem (de chantage);
complô (de complot); gafe (de gaffe); habitué
déjà-vu; garçom (de garçon); madame
frappé; greve (de grève); matinê (de matinée);
mise-en-scène; patoá (de patois); pierrô (de pierrot);
rendez-vous; reprise Réveillon
revanche turnê (de tournée); Vernissage
voyeur

3 Comentário

Escreva sua mensagem